Workshop sobre Qualidade do Ar e Gestão de Espaços Verdes reúne 26 participantes

A iniciativa decorreu no passado dia 30 de março, no âmbito do projeto "PAB_LivingLab - Vive a Descarbonização no Parque Adão Barata".

06 abr. 2022

Na manhã do passado dia 30 de março, a Câmara Municipal de Loures promoveu um workshop sobre a importância da qualidade do ar e a sua relação com a gestão dos espaços verdes, que teve lugar no Centro de Educação Ambiental, sito no Parque Urbano de Santa Iria da Azóia, em Loures.

A atividade reuniu 26 participantes, entre técnicos e operacionais ligados à gestão de espaços verdes, e foi promovida no âmbito do projeto "PAB_LivingLab - Vive a Descarbonização no Parque Adão Barata", um projeto financiado pelo Programa Ambiente dos EEA Grants, que tem como objetivo reduzir a intensidade carbónica das atividades e serviços do Parque Adão Barata (PAB), em Loures, através da implementação de soluções tecnológicas inovadoras, contribuindo, desta forma, para criar as bases necessárias a um ambiente urbano sustentável.

O compromisso com a sustentabilidade ambiental e a consciência da necessidade de um investimento continuado em políticas públicas, que visem a diminuição dos impactos da poluição atmosférica nas cidades e na qualidade de vida da sociedade, é parte integrante dos objetivos do projeto e constituiu um dos eixos em torno dos quais se ergueu este workshop.

Dirigida a técnicos e operacionais ligados à gestão de espaços verdes e estruturada por quatro momentos formativos, a ação principiou com um breve enquadramento em torno do seu propósito e objetivos, no contexto do projeto PAB_LivingLab, que foi feito por Ana Catarina Sabino, membro da Divisão de Energia e Sustentabilidade Ambiental da Câmara Municipal de Loures, uma das entidades parceiras do projeto.

A ação prosseguiu na voz de Marta Almeida, Investigadora no Centro de Ciências e Tecnologias Nucleares do Instituto Superior Técnico (IST), com a abordagem a uma das temáticas do workshop, a partir do livro A.Tu.Ar – Por uma melhor Qualidade do Ar (2020), desenvolvido pelo Instituto Superior Técnico e pela Câmara Municipal de Loures, entidades parceiras do PAB_LivingLab. Aqui foi feita uma contextualização sobre a problemática que circunda a qualidade do ar – desde a identificação dos fatores que influenciam as concentrações de poluentes atmosféricos, em ambientes interiores e exteriores, ao seu impacto na qualidade de vida e na saúde das pessoas que os frequentam. Foram, também, avaliados os desafios e as razões pelas quais a poluição atmosférica é um problema ambiental com impactos negativos na saúde pública, na economia ou no património construído, a título de exemplo, e foram apresentadas orientações e conselhos úteis para que cada participante pudesse melhorar a qualidade do ar nos espaços que frequenta, quer sejam interiores ou exteriores.

Para Marta Almeida, Investigadora no Centro de Ciências e Tecnologias Nucleares do Instituto Superior Técnico (IST) e uma das autoras envolvidas na redação do A.Tu.Ar – Por uma melhor Qualidade do Ar (2020), “a promoção de um conhecimento fundamentado sobre os riscos e os desafios que comprometem o equilíbrio ambiental é tão importante como a transmissão de orientações precisas sobre as medidas e práticas que podem ser adotadas quer por parte de técnicos/operacionais, ligados a estas áreas, quer por parte da comunidade. A consciencialização para a necessidade de uma adoção generalizada de práticas mais sustentáveis e amigas do ambiente é um processo em curso, absolutamente incontornável e necessário, ao qual importará dar continuidade nomeadamente através de workshops como este e, garantidamente, através das atividades que vão ser promovidas, a este nível, no âmbito do projeto PAB_LivingLab”.

Esta é uma temática que tem merecido especial atenção por parte do Município de Loures que tem vindo a promover políticas, ações e medidas no sentido de melhorar a sustentabilidade ambiental no Concelho. De acordo com Ana Catarina Sabino, que interviu na iniciativa em representação da Câmara Municipal de Loures, os temas abordados neste workshop constituem duas grandes preocupações para o município. Entre as medidas implementadas para melhorar a qualidade do ar, por exemplo, no Concelho de Loures, destacam-se “o investimento na promoção da utilização de transporte público; a criação de novos troços de ciclovias e a aposta na construção de novos parques verdes e jardins que reforçam a estrutura verde municipal”.

A preocupação em torno da gestão de espaços verdes foi outro dos temas em análise no workshop do passado dia 30 de março, no contexto do qual foram abordados os desafios à gestão eficiente dos recursos, designadamente no que diz respeito à utilização racional da água em regas de espaços verdes públicos.

Uma preocupação incorporada numa das atividades que serão desenvolvidas no âmbito do PAB_LivingLab que, de acordo com Susana Damasceno, Presidente da AIDGLOBAL, entidade promotora do projeto, “pretende desenvolver soluções tecnológicas integradas e implementar medidas que visem uma gestão de recursos mais eficiente e que promovam o aumento do potencial de sequestro de carbono do Parque Adão Barata, em Loures”.

A Exposição SEE H2O - Um novo olhar sobre o uso da água – uma mostra sobre a conservação do recurso água ao longo de todo o seu ciclo urbano – marcou o encerramento desta ação formativa, consciencializando o público para a importância de se procurar melhorar e valorizar a gestão de recursos hídricos.

PAB_LivingLab – Vive a descarbonização no Parque Adão Barata é um projeto que decorre desde 1 de maio de 2021 até 30 de abril de 2024, financiado pelo Programa Ambiente dos EEA Grants, tem como entidade promotora a AIDGLOBAL – Ação e Integração para o Desenvolvimento Global –, e como parceiros a Câmara Municipal de Loures, o Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa, a bim+, a dstsolar e a Innovation Point.